Carreira solo ou banda? Uma escolha difícil

Uma das maiores dúvidas que assola grande parte dos artistas que querem começar uma carreira no mundo da música é: devo seguir uma carreira solo, ou montar uma banda?

A verdade é que não existe uma única resposta certa para esta pergunta, como bem explica a revista Rolling Stone. Algumas questões podem influenciar sua decisão:

Qual estilo de música você pretende produzir?

Se você quer fazer Rock, uma banda é uma melhor opção. Se seu estilo é mais eletrônico, não há necessidade de tocar com outros músicos.

Qual a sua capacidade para tocar instrumentos?

Se você canta bem e escreve letras boas, mas não domina nenhum instrumento musical, a melhor saída pode ser procurar uma parceria com um ou mais músicos. É claro, há sempre a possibilidade de contratar instrumentistas para te acompanhar, mas ale da despesa, você perde uma grande oportunidade de montar uma parceria.

Você tem condições de investir sozinho nos dispositivos necessários para montar um estúdio doméstico?

Questões financeiras sempre pesam na hora de tomar esta decisão. É muito mais fácil dividir a compra de equipamentos entre várias pessoas, mas lembre-se: o pagamento também terá que ser dividido, então pense se vale mesmo à pena.

Como é seu processo criativo?

Tem gente que só consegue produzir qualquer tipo de arte sozinho, mas tem gente que acha o intercâmbio e a conversa com outros artistas profundamente estimulante. Pense bem sobre como você prefere trabalhar e compor.

Então, são muitas as questões que precisam ser levadas em conta antes desta tomada de decisão.

Pegando a rota do meio

Mas não se desespere! A boa notícia é que nenhuma decisão precisa ser definitiva. Se você monta uma banda e depois de algum tempo decide seguir sozinho, esta opção estará sempre aberta. O mesmo vale para uma carreira solo.

Outra estratégia que pode ser muito interessante é manter dois projetos paralelos: um solo, e um colaborativo. Isso te permite ver o melhor dos dois mundos e produzir coisas muito mais variadas. Muitos artistas hoje fazem essa opção.

É claro que trabalhar sozinho é muito bom: você não precisa discutir sobre ideias, e nem aceitar decisões das quais discorda. Além disso, qualquer lucro obtido com as músicas serão apenas seus.

Por outro lado, discutir e discordar podem ser ótimos estímulos criativos. E é claro, a verdade é que é muito prazeroso tocar junto com outras pessoas. Afinal, o que seria de um Paul McCartney sem um John Lennon? De um Mick Jagger sem um Keith Richards?

Nossas dicas podem não ter te ajudado a tomar a decisão, mas talvez ela não devesse mesmo fazer isso. Porque nosso conselho, afinal, é: experimente.

. 1 Comment on Carreira solo ou banda? Uma escolha difícil. Categories: Produção Musical.

About Ruth Lima

Uma apaixonada por música... uma viciada em tecnologia.

One thought on “Carreira solo ou banda? Uma escolha difícil

  1. eu acho q ter banda é que nem ter uma sociedade numa empresa. O risco de dar m****** é grande afinal toda decisao precisa ser consensual. Mais vale faer parcerias quando der vontade e seguir a carreira sozinho

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *